08/03/17 por Lina Nakata

Na população geral, as mulheres são maioria, mas representam apenas 43% do mercado de trabalho formal brasileiro. Nas empresas consideradas Great Place to Work, elas são 47% do total, mostrando que as melhores empresas conseguem equilibrar melhor esses números. Porém, nos níveis mais altos das organizações das melhores, infelizmente elas ainda são minoria, ou seja, 33%. A participação de mulheres nas melhores empresas para trabalhar, de acordo com as listas de 2016, pode ser observada a seguir:

 

Tabela Conteudo Mulher 2017.png

 

Podemos destacar que Santa Catarina (70%) e os setores de Tecnologia e de Saúde (61%) são os segmentos que relativamente mais empregam mulheres! A mesma tendência ocorre para os níveis de gestão, apesar de as mulheres não serem maioria nas empresas de Tecnologia. As melhores empresas de São Paulo possuem mais mulheres na gestão que nos quadros totais de funcionários (4 pontos percentuais a mais). E a região de Piracicaba apresenta apenas 11% de mulheres nas empresas.

 

Tabela Conteudo Mulher 2017_2.png

 

Esses dados – e muitos outros – serão apresentados e discutidos também no evento GPTW Mulher, em 9 de maio de 2017, não percam a oportunidade! Para saber mais clique aqui!