Por: Editor GPTW

Por: Editor GPTW

24 abril, 2020 • 10:43

Em meio a tantas mudanças, as angústias atuais não giram em torno apenas da incerteza do presente, mas são relativas às dúvidas acerca do futuro. Afinal, como será o novo mundo pós-coronavírus? Muitos pensadores já alertaram que não existe essa ideia de que, ao final da pandemia, voltaremos “ao normal”. O que teremos no lugar é um “novo normal”.

O tal “novo normal”, no entanto, é uma incógnita. Podemos especular, criar teorias, propor reflexões, mas certeza absoluta não temos de verdade. Porém, como, para criar o amanhã, nós precisamos, primeiro, imaginá-lo, Flavio Tavares, fundador da Welcome Tomorrow e referência em mobilidade corporativa no Brasil, organizou um evento online para compartilhar reflexões sobre esse futuro ainda incerto, o novo mundo pós-coronavírus.

O Festival Digital Novo Mundo acontece nos dias 28, 29 e 30 de abril e reúne especialistas para debater grandes temas como o amanhã dos negócios, da mobilidade, do trabalho, enfim, da vida. Abaixo, reunimos insights de alguns palestrantes que participarão do Festival. Entenda como será o novo mundo pós-coronavírus na visão desses especialistas e aproveite para se inscrever neste evento 100% online e gratuito. Afinal, apesar das angústias do presente, precisamos começar a debater e construir o nosso futuro.

André Lahóz Mendonça de Barros, diretor de jornalismo da Jovem Pan:

“Estamos vivendo um tempo único, de muita tristeza e dor, mas que pode ser também um momento de transformação. Hora de repensar nossa vida e nossas ações como sociedade. A saúde deve emergir como prioridade renovada e, talvez, possamos construir a partir da pandemia um mundo melhor.”

Flavio Tavares, fundador da Welcome Tomorrow e idealizador do Festival:

“O Festival Novo Mundo não é sobre o que iremos ver após essa pandemia e, sim, sobre quem iremos ser nesse amanhã. O futuro não é mais para ser assistido ou esperado, é para ser construído e desejado, e isso é uma tarefa que cabe a cada um de nós.”

Maira Habimorad, diretora acadêmica e de inovação do IBMEC e sócia da Cia de Talentos:

“Falávamos tanto sobre o ‘futuro do trabalho’ e de, repente, ele virou presente. Todas as habilidades que achávamos que teríamos tempo para desenvolver passaram a ser exigidas de uma hora para outra. Isso significa também que algumas competências irão sofrer transformações, como o trabalho em time. Trabalhar em time nesse novo mundo pressupõe, por exemplo, a capacidade de se conectar além da convivência no tempo e espaço, como até então fazíamos.”

Marcelo Nóbrega, executivo de RH, investidor e conselheiro:

“Ao contrário do que muitos dizem, o futuro do trabalho não será digital. Digital é binário: homem ou máquina, zero ou um, certo ou errado, branco ou preto. Existem mais do que 50 tons de cinza. O humano é muito mais rico do que isso, somos um contínuo de seres únicos. A oportunidade está em homens e robôs criando uma realidade melhor. E o humano será mais valorizado do que nunca. Profissões dedicadas ao bem estar, saúde, artes, entretenimento entrarão em alta.”

Renato de Castro, expert em cidades inteligentes:

“A quarta revolução industrial já batia nas nossas portas muito antes desta nova pandemia. Embora a tecnologia já havia começado a empoderar os cidadãos e a aumentar significativamente o protagonismo das nossas cidades, a verdadeira disrupção nunca foi a tecnologia em si, mas, sim, a velocidade das mudanças. Pegue tudo isso, multiplique por mil e você terá uma pequena ideia da realidade que nos espera pós-Covid-19. Bem-vindo ao novo mundo da ‘economia KM 4.Zero’, um novo paradigma que combina o ‘superlocal’ (km zero) ao hipertecnológico (4.0).” 

Ruy Shiozawa, CEO do GPTW Brasil:

“O mundo já não é o mesmo e muitas coisas ainda vão mudar após a pandemia, mas acredito que é justamente nesse momento de transformação que as melhores empresas para trabalhar resgatam e fortalecem uma das chaves do sucesso do seu negócio: colocar as pessoas no centro da gestão. Cuidar do capital humano já fazia sentido no mundo pré-coronavírus, agora faz não só mais sentido, como é fundamental para a sustentabilidade de qualquer negócio.”

Silvia Barcik, diretora de inclusão e mobilidade sustentável da Renault:

“As pessoas querem visitar seus amigos, fazer aquela viagem tão esperada com a família, enfim, realizar sonhos que envolvem o ato de se deslocar. E a verdade é que não dá pra imaginar o ir e vir neste Novo Mundo que está surgindo, sem pensar em algo leve, fácil de usar e que combina com nosso estilo de vida. Acredito que a nova mobilidade passa pelo veículo elétrico, compartilhado e conectado com as pessoas e a cidade. Uma nova mobilidade que, acima de tudo, é inclusiva e sustentável.”

Walter Longo, empreendedor digital, palestrante, sócio-diretor da Unimark:

“No mundo inteiro, trilhões de dólares são gastos todo ano em pessoal, treinamento e equipamento para a guerra. Mas, hoje, os grandes inimigos são outros. Paralelo ao exército de militares, precisamos de uma quarta força bélica formada por médicos, sanitaristas e intensivistas com especialização na área da saúde. Adicional aos aviões bombardeiros, precisamos de ‘aviões UTI’. Tão ou mais importante que tanques de guerra é uma frota de ambulâncias. E, paralelo às armas e munições, é necessário respiradores e máscaras aos milhões. Mudou o tipo de guerra e o tipo de inimigo. As armas são outras e há um novo campo de batalha. O mundo precisa ter consciência que uma quarta força de guerra precisa surgir: o Exército da Vida.”

WTW 2020 Festival Digital Novo Mundo - CTA

Deixe seu Comentário

8 Comentários

  • Postado por: John Handerson Moura Araujo •

    GPTW sempre à frente.

  • Postado por: Adriana Miranda •

    Gostaria de participar do curso

    • Postado por: Great Place to Work •

      Adriana, é só clicar no “banner” no final do artigo, entrar no site do evento e se inscrever.

  • Postado por: THEREZA CHRISTINA DE SOUZA ASSUNCAO •

    Não consigo acesso a me inscrever

    • Postado por: Great Place to Work •

      Thereza, é só clicar no banner no fim da página. Você será redirecionada para esse site: https://welcometomorrow.com.br/festivalnovomundo e, então, é só se inscrever.

  • Postado por: Patricia de Araujo •

    Ótimas reflexões.

  • Postado por: Nanci Soraia •

    Não consigo entrar, acessar o festival.

Conteúdos Relacionados

Assine a newsletter do GPTW

e fique por dentro das nossas novidades

Inscreva-se