Por: Carolina Pimentel

Diretora e Fundadora da Geração Social - empresa do Ecossistema GPTW

Por: Carolina Pimentel

Diretora e Fundadora da Geração Social - empresa do Ecossistema GPTW

28 março, 2022 • 12:19

Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) são uma agenda global focada na sustentabilidade. Criado pela Organização das Nações Unidas (ONU), esse movimento apresenta 17 objetivos globais que envolvem assuntos como o fim da fome, combate à corrupção, preservação do meio ambiente, entre outros. 

Empresas, ONGs e governos do mundo todo podem participar dessa agenda. Dentre os 17 ODS, um deles está relacionado à igualdade de gênero: o ODS 5.

Entenda o que é esse Objetivo e como implementar ações focadas na igualdade de gênero é benéfico para a sua empresa, para as pessoas e para a sociedade.

O que é o ODS 5?

O 5º Objetivo de Desenvolvimento Sustentável tem como princípio alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas do mundo. Esse ODS possui 9 objetivos e 14 indicadores envolvendo problemáticas como: 

  • acesso de mulheres na educação;
  • porcentagem de mulheres em cargos de alta liderança
  • participação das mulheres na política;
  • combate à violência contra a mulher, entre outros tópicos.

No Brasil, foram coletados dados de apenas 4 dos 14 indicadores relacionados ao ODS 5, o que indica que temos ainda muito o que percorrer. O Pacto Global, maior iniciativa de sustentabilidade do mundo, apresentou em 23 de março de 2022 dois compromissos relacionados aos cargos de liderança: até 2025, 30% de mulheres nos cargos de alta liderança; e até 2030, 50% de representatividade feminina nesse posto.

Igualdade de gênero e ESG: qual é a relação?

E para entendermos a relação entre o ODS 5 e ESG, vamos entender primeiro o que essa sigla significa.

Environmental (Ambiental), Social e Governance (Governança Corporativa) representa a tríade do desenvolvimento sustentável, sendo a base para que as organizações sejam sustentáveis, minimizando seus impactos negativos e impulsionando seus impactos positivos para as pessoas, para os negócios e para o mundo.

No que se refere à Governança, pilar do ESG focado na transparência, na administração e na integridade das empresas, podemos destacar a proporção entre homens e mulheres na alta liderança como fator fundamental para uma empresa que quer ser sustentável. Uma organização que tenha um conselho formado apenas por homens não atende um dos critérios relevantes para investidores.

Quando falamos do 2º pilar do ESG, o Social, estamos nos referindo ao relacionamento da empresa com todas as pessoas que são impactadas por ela (stakeholders): colaboradores, clientes, fornecedores, comunidade, entre outros. 

Uma estratégia focada na igualdade de gênero gera valor para todas as mulheres que se envolvem de alguma forma com a empresa, seja comprando seus produtos ou trabalhando na empresa, por exemplo.

Uma prática muito relevante em relação ao pilar Social do ESG é a igualdade salarial referente ao gênero, em que colaboradoras mulheres são muito impactadas positivamente. Tendo salários distribuídos de forma justa, sua empresa será um lugar melhor para a mulher trabalhar.

Por que as empresas devem investir na igualdade de gênero?

Agora que entendemos que a igualdade de gênero está presente em dois dos pilares do ESG, confira 4 benefícios que as empresas podem ter ao implantar ações focadas no ODS 5.

Melhorar o relacionamento com os stakeholders

Empresas que se preocupam com a igualdade de gênero melhoram o relacionamento e engajamento com as partes interessadas, já que são impactadas diretamente por seus posicionamentos, ações e produtos.

Fortalecer a reputação da empresa para investidores

ESG é um critério fundamental para investidores. A Blackrock, principal gestora de recursos do mundo, possui $127 bilhões de dólares em ativos investidos exclusivamente em organizações que seguem os ODS, segundo o presidente da empresa, Carlos Takahashi.

Investir em Diversidade e Inovação é uma resposta rápida às mudanças

Uma empresa que pratica a equidade também é diversa. E quando falamos de inovação, a diversidade se apresenta essencial, já que, quanto mais diversa, mais preparada essa empresa está para se adaptar às mudanças, tão frequentes no nosso dia a dia.

Ter um diferencial competitivo

Se você acompanha o trabalho do Great Place to Work, já deve saber que as Melhores Empresas para Trabalhar™ têm uma rotatividade baixa e são mais rentáveis. Isso demonstra que as boas práticas são diferenciais importantes para colaboradores e clientes.

4 dicas para implementar o ODS 5 na sua empresa

Sabendo dos benefícios, que tal uma lista de ações para colocar o ODS 5 – Igualdade de Gênero em prática?

1. Diagnostique a situação atual da empresa

Faça diagnósticos para monitorar cargos, salários, proporção de colaboradores entre homens e mulheres, inclusive lideranças e conselho administrativo.

A desigualdade de gênero é um problema estrutural. Portanto, é recomendável realizar esse diagnóstico de tempos em tempos, com uma postura ativa, de modo a evitar que a situação saia do controle. 

2. Incentive práticas de liderança feminina dentro e fora da empresa.

Para que mais mulheres tenham a oportunidade de liderar equipes e empresas, é importante que sejam estimuladas a isso. O incentivo à educação é um forte aliado nesse quesito; portanto, faz muito sentido realizar programas de desenvolvimento, MBAs e cursos de ensino superior, além de mentorias e consultorias especializadas. 

Além disso, oferecer cursos de capacitação para mulheres da comunidade é uma forma muito efetiva de impactar positivamente a sociedade.

3. Ofereça benefícios de licença maternidade estendida e/ou licença paternidade

A primeira infância é um período extremamente importante para o desenvolvimento das crianças. Práticas de licença maternidade estendida e licença paternidade criam um ambiente acolhedor para gestantes, já que, no primeiro caso, possuem mais tempo para se dedicar a seus filhos sem tanta pressão para voltarem ao trabalho, enquanto no segundo os pais conseguem auxiliar as mães nesse período essencial.

4. Conscientize homens e mulheres sobre equidade de gênero

Uma sociedade com oportunidades iguais só é possível com a cooperação de todas as pessoas. Os homens têm papel fundamental nessa mudança, já que muitas vezes estão nos cargos que tomam as decisões cruciais da empresa. 

Por isso, é importante conscientizar constantemente os colaboradores sobre a equidade de gênero, com temas que envolvam diversidade, violência doméstica, saúde da mulher, liderança, saúde mental, entre outros.

Podemos concluir que o ODS 5, referente à igualdade de gênero, está intimamente ligado à estratégia ESG das empresas, de modo a influenciar no relacionamento com stakeholders, na tomada de decisões importantes da empresa e no investimento que a organização poderá receber. 

A Geração Social, consultoria do Ecossistema GPTW focada em ESG e sustentabilidade, está à disposição para implementar ações ODS na sua organização. Entre em contato conosco e saiba como podemos ajudar a sua empresa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conteúdos Relacionados

Assine a newsletter do GPTW

e fique por dentro das nossas novidades

Inscreva-se