Por: GPTW

Por: GPTW

20 agosto, 2021 • 10:31

No passado, a vantagem competitiva se concentrava na capacidade de uma empresa oferecer excelência em produtos e serviços. Esse cenário mudou e o mercado passou a exigir diferenciais que pudessem colocar uma marca em evidência.

Assim, as pessoas se tornaram essenciais para o sucesso de um negócio, tendo o RH um importante papel estratégico nesse contexto. É por meio dos talentos, com suas habilidades e competências, que é possível se manter sempre um passo à frente da concorrência.

O objetivo deste post é explicar o que é vantagem competitiva e toda a relevância estratégica do RH nas empresas. Continue lendo e veja como o setor pode agregar valor para que o negócio esteja em vantagem!

O conceito de vantagem competitiva

Entende-se a vantagem competitiva, se tratando do mundo corporativo estar um nível acima, na disputa por um espaço e lugar de destaque no mercado. Nessa posição, a empresa tem a preferência dos consumidores e clientes em volume superior ao dos concorrentes.

RH estratégico e proativo: diferencial competitivo nas empresas

Existem diversos motivos para que uma empresa esteja em destaque – qualidade nos produtos e serviços, excelência no atendimento, preço acessível – e em todos eles as pessoas estão envolvidas.

Isso quer dizer que um negócio depende especialmente do capital humano para oferecer diferenciais competitivos, por isso o RH é tão importante. É por meio das ações estratégicas do setor em parceria com os líderes, que os talentos se desenvolvem e são mais produtivos.

Com a ajuda da equipe de RH, os gestores conseguem identificar com maior facilidade as habilidades importantes para desempenhar bem uma função ou atividade. Para isso, é traçado um plano de desenvolvimento individual, baseado no alinhamento das necessidades do colaborador e objetivos da empresa.

Entretanto, o RH pode esbarrar em dificuldades para exercer o seu papel, como o excesso de atividades burocráticas, hierarquias, bloqueio da criatividade e iniciativa da equipe, por exemplo.

O rompimento dessas barreiras é fundamental para que a empresa se desenvolva como um todo e ganhe maior visibilidade no mercado. É um processo de melhoria interna que se conecta com o exterior para melhorar as entregas e alcançar resultados.

Um RH eficiente e atento sabe da importância dos colaboradores como diferencial competitivo. É através de, e por meio das pessoas, que as ações mais complexas se desenvolvem e trazem resultados difíceis de serem equiparados pelos concorrentes.

O RH deve, portanto, ser entendido como um facilitador da comunicação e do relacionamento, seja entre líderes e equipes, seja entre o ambiente externo e o ambiente interno. Em qualquer situação a equipe deve transitar de forma imparcial para conseguir direcionar os processos e as pessoas com objetividade e foco.

O papel agregado do setor de Recursos Humanos

Na corrida por um lugar diferenciado, o RH tem um trabalho importante que vai além de recrutar e selecionar profissionais. É preciso, acima de tudo, conectar esses profissionais à cultura da empresa e estimular sua motivação e engajamento.

O valor agregado do setor está na percepção das necessidades de cada área, gestores e equipes, aliando ao que a empresa almeja. Nesse contexto, há interferências substanciais da tecnologia e inovação vindas de fora para dentro.

Por isso, nas ações voltadas para o desenvolvimento de talentos, é importante que o RH seja o pilar de mudanças e transformações na construção de uma nova visão e posicionamento da empresa, sobretudo, para adequar às exigências do mercado.

Entre os diversos aspectos em que o RH pode colaborar como uma fonte competitiva de valorização e gerenciamento dos talentos, separamos os mais relevantes!

Otimização do processo de recrutamento e seleção

Com o uso de recursos tecnológicos, o processo manual de recrutamento e seleção deu lugar a uma forma mais inteligente e ágil de selecionar candidatos, analisar o perfil e identificar características que possam contribuir para o crescimento da empresa.

A modernidade dos processos é fator decisivo para que o RH tenha condições de melhorar seu próprio desempenho e contribuir para o crescimento da empresa. Quanto mais recursos forem utilizados para facilitar a rotina, maiores as chances de acerto nas contratações e bons resultados.

Alinhamento das metas da empresa

É primordial que o RH saiba e entenda quais são as metas da empresa de médio e longo prazo. Assim, desde a contratação de talentos, a equipe conseguirá dimensionar o que é necessário para que os novos contratados tenham um excelente desempenho.

Dessa forma, as ações do departamento devem estar voltadas para o desenvolvimento das soft skills e hard skills, que permitem conectar os colaboradores aos propósitos da empresa e melhorar ainda mais sua performance para diferenciar o negócio.

Gerenciamento do clima organizacional

Um bom ambiente de trabalho é palco de harmonia e colaboração entre equipes e gestores. Cuidar do clima é essencial para manter os colaboradores motivados e produtivos, o que envolve buscar continuamente entender o que precisam para se manter felizes e proativos.

O clima organizacional saudável favorece a comunicação e o envolvimento dos colaboradores em projetos e atividades. É preciso, portanto, identificar os pontos de melhoria e criar ações que minimizem ou eliminem elementos que interferem e deixam o clima em desequilíbrio e a participação do RH é decisiva nesse processo.

Satisfação dos colaboradores

Os colaboradores quando estão satisfeitos se sentem pertencentes e não medem esforços para ajudar a empresa a alcançar seus objetivos. De modo geral, a satisfação é resultado de como a empresa trata seu capital humano.

Antes de criar diferenciais para conquistar o mercado é imprescindível voltar os olhos para dentro e encantar o cliente interno. Afinal, são eles, os colaboradores, os principais responsáveis pelo sucesso de uma empresa.

O RH tem a desafiadora missão de identificar em cada colaborador o que motiva sua permanência e encontrar o ponto de equilíbrio entre as mais diversas razões e o que, de fato, a empresa tem a oferecer a seus talentos. É preciso garantir, alinhar e apoiar o gestor no processo de gestão de pessoas.

Além da melhoria do clima, as ações do departamento devem se associar ao plano de carreira, à gestão de benefícios, ao treinamento e desenvolvimento, às políticas salariais, à promoção de saúde e bem-estar.

Quando os colaboradores conseguem enxergar as estratégias bem definidas do RH tendem a aumentar seu rendimento e, por consequência, a produtividade. Tudo isso serve de base para que a empresa atinja um dos seus principais objetivos, que é a tão sonhada vantagem competitiva.

Gostou do post? A contratação de profissionais adequados é fundamental para o sucesso de uma empresa, por isso, aproveite a visita e saiba como estruturar seu processo de recrutamento e seleção passo a passo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conteúdos Relacionados

Assine a newsletter do GPTW

e fique por dentro das nossas novidades

Inscreva-se