Por: GPTW

Por: GPTW

19 janeiro, 2021 • 12:27

Os valores organizacionais são crenças e atitudes importantes para se aplicar ao negócio, com o objetivo de conectar a cultura organizacional aos processos internos e, assim, atrair cada vez mais talentos alinhados com os objetivos da empresa, além de reter aqueles que já atuam nela.

A base de sustentação do negócio, se tratando de valores, não se resume a só uma atitude, mas sim a um conjunto de características que representam verdade e originalidade — desconsiderando os comportamentos momentâneos e passageiros.

Os valores organizacionais se consolidam quando empresa e profissionais encontram as mesmas motivações para desenvolver um projeto ou trabalho em prol de algo maior, que seja benéfico para as duas partes.

Neste artigo, você vai entender o conceito de valores organizacionais e porque são tão importantes para a empresa, irá ver dicas e passos para sua definição, além de saber como alinhá-los aos processos de recrutamento. Boa leitura!

O que são os valores organizacionais?

Quais são os valores essenciais da sua empresa? Essa é uma pergunta que pode ser difícil de responder sem uma reflexão aprofundada dos conceitos que compõem o comportamento organizacional.

Por mais que a gestão tenha bem definidas a missão e a visão na tríade dos conceitos corporativos, sem os valores, o sentido da existência e o desejo de alcançar um determinado lugar, se perdem em meio a comportamentos e desejos que seguem na contramão das metas da empresa.

Isso quer dizer que a relação que se estabelece entre os funcionários e a empresa deve estar em total sintonia com os valores existentes, para impactar positivamente o público externo, estimulando a confiança e a fidelidade.

O que devem representar para as empresas?

A chave de sucesso de uma empresa não reside apenas em produtos ou serviços de qualidade, mas no conjunto de valores que se apresentam fortes para produzir visibilidade e, sobretudo, a confiabilidade de cada cliente, seja interno ou externo.

Os princípios que regem a conduta de uma organização devem ir ao encontro de soluções e melhor desempenho, para ganhar o mercado sem deixar de valorizar sua origem, sua história, sua equipe e sua identidade corporativa.

A prática e o exercício diário de um comportamento alinhado com a filosofia da empresa, impacta processos e pessoas, priorizando tudo o que é importante, principalmente, os esforços individuais e coletivos.

Engajar e inspirar os funcionários a serem melhores todos os dias, se dedicarem ao trabalho e entregar um bom resultado é um desafio que os líderes enfrentam e, por isso, faz total diferença quando absorvem e praticam os valores organizacionais para transmitir a seus liderados naturalmente.

Como definir os valores organizacionais?

Valores como honestidade, ética, respeito, satisfação, motivação, princípios e senso de justiça, são alguns dos apontamentos que podem ser criados dentro da empresa para representar sua essência e fonte de inspiração para um time.

Aliás, nenhum valor será de fato verdadeiro, se os profissionais que trabalham na empresa não compactuarem das mesmas ideias e agirem conforme seus desígnios. Se a conduta das equipes não estiver de acordo com o perfil da empresa é hora de repensar e avaliar onde está o erro.

Nesses casos, a empresa pode estar produzindo e defendendo valores diferentes do que o seu negócio realiza ou a equipe não é a ideal, o que requer maior atenção da gestão de pessoas para remapear perfis e identificar a necessidade de treinamento ou renovação do time interno.

A definição dos valores organizacionais ajuda a fortalecer a empresa, promovendo ideias para alcançar um melhor fit cultural, para alinhar de forma mais consistente a cultura organizacional às soft skills e hard skills esperadas de seus funcionários.

Veja algumas dicas e passos para definir os valores organizacionais da sua empresa!

Defina a missão e a visão da empresa

Quais são os motivos de existência da sua empresa e até onde você deseja que ela vá? Ter esses dois conceitos de missão e visão em mente é um dos passos iniciais para ajudar a definir também os valores organizacionais.

Os propósitos do negócio dão clareza para visualizar como a empresa deve posicionar-se e como ela estará dentro de alguns anos. Ao iniciar a trajetória, alguns comportamentos e motivações podem ficar mais evidentes e dar mostras de quais serão os valores predominantes.

Busque a objetividade para facilitar a interpretação e compreensão dos colaboradores, clientes e parceiros, ou seja, todas as pessoas que tiverem algum tipo de relacionamento com a sua empresa devem conhecer esses princípios.

Entenda a cultura organizacional

Conheça a fundo a sua empresa, entendendo todos os hábitos e crenças difundidos dentro dela para identificar as principais influências e como elas refletem no comportamento e na rotina de todos os envolvidos.

São esses aspectos que na prática transformam o ambiente e o modo de ser das pessoas. A cultura organizacional determina como a empresa se posiciona no mercado, logo, também é um elemento importante para considerar na definição dos valores.

Crie objetivos claros para a sua empresa

Para fazer valer as definições da missão e da visão é fundamental traçar objetivos claros e metas alcançáveis em médio e longo prazo. Eles servirão para organizar as ideias, mapear as ações estratégicas e criar planos bem-definidos, além de também servirem como diretrizes para o estabelecimento dos valores organizacionais

Escute os colaboradores

Os funcionários são peça essencial, pois muito do modo de pensar, ser e agir da empresa é um reflexo das ações de seus colaboradores. Crie um canal de comunicação direto ou anônimo para colher feedbacks sobre os valores que cada um acredita serem os mais importantes ou condizentes com o negócio e a empresa.

Engaje os líderes

Por fim, tenha os líderes como aliados no desafio de definir missão, visão e valores. Envolva a todos, peça sugestões, compartilhe ideias e observe como eles multiplicam as informações.

Os líderes são formadores de opinião e responsáveis por disseminar a cultura, fortalecer o conceito de missão e visão, além de ajudar a defender os valores para que se tornem a versão oficial e definitiva.

Como incorporar os valores organizacionais aos novos processos de recrutamento?

Quando a divulgação se torna pública em um anúncio de vaga de emprego, as chances de encontrar perfis adequados são maiores. Vale frisar que, a contratação do funcionário ideal para uma vaga, potencializa o desenvolvimento e o crescimento corporativo.

São nuances que devem ser percebidas durante o processo, na apresentação dos candidatos, quando eles demonstram ter entendido sobre qual é a missão, a visão e os valores da empresa e apresentam bons argumentos para provar porque devem ser contratados.

As crenças e atitudes na vida e em empregos anteriores permitem que os recrutadores tracem um perfil de cada candidato, sendo possível comparar com o que a empresa espera, com base em seu próprio comportamento.

Esse comparativo não se pauta naquilo que é superficial e óbvio, mas na profundidade de situações que vão exigir dos profissionais, maior dedicação e envolvimento com os projetos corporativos.

Na avaliação, alguns critérios são importantes e os recrutadores devem extrair o máximo de informações dos candidatos, para confrontar seus objetivos pessoais e profissionais, metas e ambições, hábitos de lazer e entretenimento, entendimento das relações humanas, com o que a empresa pode e tem a oferecer.

Por outro lado, o candidato também estará avaliando a empresa para identificar em sua oferta, a imagem de marca empregadora, criada nos anúncios e descrições das vagas.

Quando os valores organizacionais estão bem definidos, não importa se os funcionários são antigos ou recém contratados — o comportamento, a conduta e as atitudes serão sempre guiados por um mesmo princípio.

Eles contribuem sistematicamente para que as ideias não se percam no caminho, seja pela falta de engajamento ou esforços das equipes. Além disso, a liderança tem papel fundamental como multiplicadora diária e fonte de inspiração comportamental.

Em uma empresa que se preocupa com os valores organizacionais, logo se percebe uma mudança positiva no clima, nos relacionamentos e no modo de atuação dos funcionários, que passam a acreditar e defender o negócio.

O sentimento de pertencimento e desejo de fazer a empresa alcançar papertyper o ápice no mercado começa instintivamente a fazer parte da rotina individual e engajar naturalmente, direcionando os funcionários a um senso aguçado de colaboração.

O respeito às diferenças e a sensibilidade para identificar em cada perfil a capacidade de entrega, oferecendo meios de trabalho e desenvolvimento, trazem à tona a dimensão dos valores organizacionais e como são percebidos pelos colaboradores.

Há alguns anos, empresas que apresentavam um serviço de excelência e comercializasse produtos de qualidade se sobressaiam e abocanhavam uma boa fatia do mercado.

Em tese, uma empresa nasce com esse objetivo, mas, na prática, em um tempo de transformação digital, gerações de profissionais talentosos cada vez mais priorizam a qualidade de vida e o bem-estar e buscam organizações que estejam dispostas a oferecer mais do que salários atraentes e pacotes de benefícios.

É o princípio de uma nova era em que negócio, empresa, profissionais e valores organizacionais se fundem para formar uma identidade que enxerga o conceito de valores como algo a ser vivenciado dia após dia e não uma lista de comportamentos desejáveis em quadros emoldurados pelos corredores da empresa.

Gostou do artigo? Este é um conteúdo que serve para iniciar uma discussão bastante profunda sobre a criação dos valores organizacionais, por isso, convidamos você para fazer o download do nosso e-book Missão, Visão e Valores para se tornar um especialista no assunto!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conteúdos Relacionados

Assine a newsletter do GPTW

e fique por dentro das nossas novidades

Inscreva-se