Por: Admin

Por: Admin

3 novembro, 2021 • 10:53

Com uma boa estratégia de Inbound Recruiting, já no processo de recrutamento e seleção é possível determinar algumas diretrizes para promover o match ideal entre empresa e candidatos.

Toda empresa sonha em ter o time dos sonhos, com os melhores talentos atuando em cargos e funções adequados para suas habilidades e competências. Entretanto, sabemos que é preciso encontrar mecanismos para que isso funcione de forma consistente na prática.

Neste post você vai entender o significado de Inbound Recruiting, sua importância para a área de recrutamento e como o método é aplicado pelo RH. Continue lendo para conhecer as diferenças para o Outbound Recruiting e como implementar na sua empresa!

O que é o Inbound Recruiting?

Mais do que realizar um processo e contratar talentos de alta performance é importante que os candidatos selecionados também escolham a sua empresa. As chances de um relacionamento duradouro são maiores quando essa decisão é compartilhada.

Assim, o Inbound Recruiting é uma estratégia que tem como principal propósito atrair o candidato e fazer com que ele queira, de fato, ser parte da organização. Com as técnicas utilizadas, os candidatos procuram pela empresa, em vez dos processos tradicionais de divulgação de vagas e análise de uma infinidade de currículos.

Qual a importância desse método para a empresa?

O Inbound Recruiting é uma herança do marketing digital, que utiliza estratégias para atrair clientes com maior potencial de compra. Se tratando da gestão de pessoas, quanto mais sintonizados com a empresa estiverem os profissionais, maiores as chances de o negócio se destacar em meio à concorrência acirrada.

Isso porque os talentos quando são aproveitados em funções condizentes com sua formação, conhecimento, habilidades e competências tendem a ser mais produtivos. Além disso, um fit cultural bem alinhado colabora para que o clima organizacional se mantenha agradável e favorável a um trabalho pautado na coletividade.

Se os profissionais também escolhem a empresa, o nível motivacional pode ser mais elevado do que para aqueles que só precisam de um emprego. A identificação com os valores e objetivos pode ir ao encontro das necessidades e aspirações de cada colaborador recrutado.

Como diferenciar Inbound Recruiting e Outbound Recruiting?

Enquanto o Inbound Recruiting investe em ações para chamar a atenção dos talentos, o  Outbound Recruiting vai em busca dos profissionais mais adequados para ocupar posições dentro da empresa.

Ao contrário do Inbound, que tem como foco transformar a organização em um lugar onde profissionais habilidosos queiram desenvolver uma carreira, o Outbound vai direto ao ponto. Ou seja, se empenha em encontrar o perfil desejado e oferecer a vaga de emprego, queimando algumas etapas do processo seletivo.

Quais são as etapas de implementação da estratégia de Inbound Recruiting?

Levando em conta as diferenças entre Inbound e Outbound, o primeiro pode ser mais eficaz, uma vez que com a metodologia empregada consegue fazer com que os olhos dos melhores profissionais se voltem para a empresa.

Contudo, esse resultado só é possível se as estratégias forem bem planejadas e implementadas, passo a passo, ao longo da jornada de conhecimento entre empresa e profissionais almejados.

Pensando nisso, trouxemos algumas dicas de como desenvolver um Inbound Recruiting eficiente na sua organização para atrair talentos com as soft skills e hard skills mais próximas do perfil da sua empresa.

Confira algumas das ações que você pode adotar!

Traçar o perfil de colaborador ideal

Se o objetivo do Inbound Recruiting é atrair os talentos mais adequados para a empresa, como saber quem são eles? Para que as práticas utilizadas tenham o retorno esperado, é preciso antes traçar o perfil profissional dos futuros colaboradores.

A empresa não atrairá os profissionais certos se não apresentar as características necessárias para que sintam o desejo de contribuir para o sucesso do negócio. Portanto, definir bem um ou mais perfis essenciais para a organização é o primeiro passo de implementação do Inbound Recruiting.

Criar estratégias para a captação desses contatos

Na próxima etapa, a empresa precisa ser vista por esses talentos, ou seja, encontrar um meio de se comunicar com os profissionais. Eles precisam saber mais sobre a cultura organizacional, seus objetivos e seu posicionamento de mercado.

Uma marca empregadora faz questão de apresentar os resultados dos seus esforços e mostrar aos profissionais o que eles têm a ganhar se juntando ao negócio. Algumas ações de engajamento costumam surtir efeito positivo, como:

  • ter um site educativo;
  • promoção de eventos presenciais e online;
  • criar e compartilhar materiais de conteúdo rico como ebooks, webinars, vídeos e podcasts;
  • transformar os colaboradores em promotores da marca;
  • ter uma página de relacionamento com os candidatos;
  • investir em tecnologia para facilitar o processo seletivo.

Manter um bom relacionamento

Ao desenvolver uma ou mais estratégias das que sugerimos acima, o processo de nutrição, assim como no marketing digital, se inicia pelo interesse dos candidatos. Com o tempo eles passam a interagir mais com a marca e se envolver cada vez mais com seu propósito.

Os talentos passam a acompanhar a organização e visualizar como podem contribuir para um desempenho ainda melhor. Enquanto isso, a empresa deve continuar fornecendo informações importantes sobre o negócio, a fim de aprofundar o relacionamento.

Da curiosidade inicial, com as ações personalizadas de Inbound Recruiting, possivelmente os talentos passarão ao encantamento. Quando surgir a oportunidade, eles mesmos vão procurar a empresa em busca de uma oportunidade de apresentar suas habilidades e competências e como podem ser essenciais para o sucesso do negócio.

Por fim, além de poder contar com uma equipe de alta performance, a empresa se beneficia do uso do Inbound Recruiting. Confira algumas de suas vantagens:

  • aumento da produtividade – colaboradores satisfeitos tendem a performar em um nível motivacional elevado, assim como demonstram comprometimento, o que colabora para uma jornada mais produtiva;
  • redução de custos – com o direcionamento proporcionado pelo método, o RH terá maior êxito na atração e captação dos perfis adequados, o que reduz as despesas com o processo de recrutamento e seleção;
  • retenção de talentos – para uma marca empregadora seu principal trunfo é o capital humano, por isso, ao adicionar perfis ideais em seu cast, as chances de permanência longa são maiores.

Como você viu, o Inbound Recruiting é uma metodologia com resultados de médio e longo prazo, que ajuda a empresa a se transformar no melhor lugar para se trabalhar. O aprimoramento da gestão de pessoas impacta positivamente, tanto os novos talentos, como os colaboradores que já fazem parte da trajetória. Gostou do post? Que tal aproveitar a visita para conferir mais um artigo interessante, dessa vez sobre a melhor forma de planejar e realizar o recrutamento online!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conteúdos Relacionados

Assine a newsletter do GPTW

e fique por dentro das nossas novidades

Inscreva-se