Por: GPTW

Por: GPTW

23 dezembro, 2020 • 4:00

O marketing de recrutamento desenvolve estratégias de atração e engajamento de talentos, investindo em uma divulgação baseada nos valores da empresa para identificar se os candidatos estão em sintonia com a cultura organizacional e como podem contribuir para melhorias!

Os desafios de encontrar talentos para compor os times da empresa são constantes e permanentes. Mesmo com toda a preparação para um processo seletivo — análise de currículos, entrevistas e testes — pode não ser suficiente para encontrar o profissional adequado.

Com o marketing de recrutamento essas questões são minimizadas, uma vez que todas as ações que envolvem a aquisição de pessoal, são pensadas para conectar os profissionais almejados com a marca, antes mesmo de serem recrutados.

Para que você entenda melhor o que é e como funciona o marketing de recrutamento, trouxemos neste post o conceito, a aplicação e as principais técnicas de auxílio no desenvolvimento das etapas. Continue lendo e saiba como converter profissionais interessados em talentos agregadores!

O conceito de marketing de recrutamento

As empresas com grande volume de vagas disponíveis e perfis específicos, de modo geral, têm dificuldades de atrair e recrutar os melhores talentos. Os bons candidatos também fazem escolhas e estão cada vez mais exigentes.

Na teoria, o marketing é aplicado às estratégias de venda para atrair e encantar o cliente a ponto de se decidir pela compra em uma determinada empresa. Quando usado no recrutamento, a proposta é a mesma, mas com foco no candidato.

Isso quer dizer que todas as ações de atração, engajamento e conversão estão conectadas aos valores e cultura da empresa, que são apresentadas aos potenciais futuros profissionais em forma de conteúdo que estimule o interesse de fazer parte de um time.

Assim como existe a jornada do cliente em que a experiência agradável pode conduzir a compra e fidelização, também o candidato passará pelo mesmo processo, com a implementação de um bom marketing de recrutamento.

O objetivo é que o contato do candidato com a empresa não se dê apenas quando uma vaga for anunciada, mas, que muito antes ele conheça a empresa e sua proposta de atuação no mercado para se identificar com seus métodos.

Aplicação das estratégias

O conceito da marca empregadora deve surtir efeito na percepção de um candidato, pois é com essa visão de um lugar excelente para trabalhar que os primeiros sinais de interesse começam a surgir.

O conteúdo gerado e promovido, deve chamar a atenção e conquistar a audiência dos candidatos que a empresa deseja ter em seu quadro. Esse é um processo sem um resultado imediato e é preciso nutrir os profissionais com conteúdos relevantes.

A nutrição planejada pelo marketing de recrutamento serve para desenvolver o contato, mostrar as características da empresa e minimizar as candidaturas de profissionais que não estejam dentro do perfil esperado.

Com o intuito de recrutar talentos alinhados à cultura da organização, possivelmente, os custos com a contratação serão reduzidos, assim como o índice de turnover — dois fatores de grande impacto quando os colaboradores não se encaixam no que a empresa espera deles e vice-versa.

O recrutamento é o primeiro contato de um candidato com a empresa, se tratando do interesse mútuo de avançar para um contrato de trabalho. É o momento de a empresa apresentar suas propostas e analisar o fit cultural dos candidatos e concentrar a atenção nos perfis mais alinhados.

Por meio dos conteúdos, os profissionais são convidados a uma jornada de conexão e envolvimento com a marca. Durante a jornada vão se alinhando as hard e soft skills estimulando ainda mais o desejo de aplicá-las na empresa.

Técnicas auxiliares

Assim como no marketing voltado para a atração de clientes, devem ser utilizadas técnicas que facilitem a pesquisa e a interação dos candidatos com a empresa. Eles precisam ser lembrados, continuamente, da existência do seu negócio e estimulados a perceber que podem fazer um bom trabalho como colaboradores.

Trata-se de uma jornada longa, de uma construção sistematizada do relacionamento, para aumentar não apenas o interesse, mas o grau de confiabilidade sobre as propostas de trabalho, para que um talento sinta que realmente tem algo a acrescentar e também absorver como aprendizado.

É possível utilizar técnicas para auxiliar o marketing de recrutamento nos primeiros passos da nutrição. Veja.

E-mail marketing

Ter um banco de currículos atualizado é essencial para que a técnica de e-mail marketing tenha resultados. Se os profissionais estão cadastrados na sua empresa é porque em algum momento, por um ou mais motivos, tiveram interesse em trabalhar na organização.

A abordagem realizada no e-mail, com informações estratégicas, podem manter os profissionais cada vez mais atraídos e interessados no que a sua empresa tem a dizer. É o momento oportuno para falar do mercado, das perspectivas da empresa, dos projetos e no quanto ter profissionais alinhados é importante para obter sucesso.

Quanto mais aproximado for o conteúdo do perfil do candidato, mais ele se sentirá encorajado a participar do primeiro processo de recrutamento que a empresa abrir. Ele se candidata mais convicto de que pode realizar um bom trabalho de acordo com os planos da empresa.

Redes sociais

Também chamado de social recruiting, o uso das redes sociais como canais de recrutamento está cada vez mais comum e bem-sucedido. As pessoas se conectam por todas as redes de forma diversificada e associam conhecimento, formação, interesses e performances, cabendo à empresa, filtrar e analisar essas características para encontrar os melhores perfis.

Criatividade na descrição das vagas

Aquele modelo engessado de divulgação de vagas, no formato tradicional, vem perdendo espaço para um processo mais dinâmico, em que a criatividade deve contribuir para uma descrição atraente, que faça um candidato se identificar de imediato.

Vale lembrar que as empresas estão se movimentando para encontrar boas formas de recrutamento e levar a melhor na contratação dos talentos mais adequados. Por isso, quanto mais certeira for a sua empresa na “venda” da imagem, maiores as chances de vencer os concorrentes.

As novas formas de recrutamento eliminam aquele distanciamento entre os candidatos e o RH da empresa. No método tradicional, muitos se sentiam inibidos e avaliados, deixando de apresentar o potencial verdadeiro, o que já não acontece na atualidade.

Desenvolvimento do employer branding

Employer branding ou marca empregadora é diferente do marketing de recrutamento, mas uma estratégia influencia os processos da outra. Nas descrições das vagas e funções, fatalmente, o marketing de recrutamento usará como diferencial, o fato de a empresa ser considerada como uma marca de referência.

Com esse conceito, os próprios colaboradores serão defensores e promotores de um sentimento positivo sobre a empresa em que atuam, desejando que outros bons profissionais tenham a mesma experiência.

Esse é um ponto alto da estratégia e quanto mais colaboradores divulgarem que estão satisfeitos com o clima organizacional, melhor será para a imagem e reputação da empresa — uma maneira simples e eficiente de fazer o marketing de recrutamento.

Em todos os canais, mesmo com uma abordagem diferente, a empresa deve encontrar um mesmo tom, para que os candidatos identifiquem a marca rapidamente em qualquer circunstância.

Não se esqueça de que, o marketing de recrutamento, deve usar conteúdos que realmente estejam de acordo com o que a empresa tem a oferecer aos talentos. A atração e o engajamento podem ser etapas mais fáceis, mas é a conversão, que dirá ao longo do tempo, o quanto são efetivas.

Se você gostou deste post baixe agora mesmo nosso ebook “Employer Branding e outras técnicas de RH” para entender melhor sobre a atuação do marketing e como ele pode gerar êxito nos processos de recrutamento e seleção da sua empresa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conteúdos Relacionados

Assine a newsletter do GPTW

e fique por dentro das nossas novidades

Inscreva-se