Por: GPTW

Por: GPTW

22 julho, 2022 • 11:38

Apesar de já ser uma realidade, a transformação digital ainda é vista como um desafio por profissionais de RH, que estão vivenciando o surgimento de novas necessidades e precisam assumir um novo posicionamento na empresa, passando a ser um RH protagonista.

No entanto, essa não é uma jornada simples de se trilhar. Afinal, quais são as novas necessidades do mercado? Como desenvolver uma nova postura na empresa? O que é preciso para ser percebido como um setor de alto impacto?

Aqui, nós vamos te apresentar o que é ser um RH protagonista, como você pode desenvolver esse posicionamento na empresa e como o GPTW pode ajudar.

Aproveite o conteúdo!

O que é ser um RH protagonista?

Nós podemos visualizar uma empresa a partir de dois tipos de personagens: os coadjuvantes, que fazem parte da história com pequenas participações, e os protagonistas, que desempenham um papel de destaque e transformam os rumos da trama.

Do mesmo modo, em uma organização, podemos classificar os setores da empresa entre protagonistas e coadjuvantes. Em outras palavras, os que escolhem participar da história, e os que assumem o papel de gerar mais e melhores resultados.

Ser um RH protagonista significa abandonar a postura de “esperar que as coisas aconteçam” para adotar o comportamento de gerador e potencializador de resultados.

Esse é o comportamento mais buscado dentre profissionais de RH, que, com a aceleração da transformação digital, buscam fortalecer a marca empregadora e obter um diferencial competitivo no mercado.

Como ser um RH protagonista?

O primeiro passo para ser um RH protagonista está em realizar a análise do seu posicionamento atual.

Busque entender qual percepção colaboradores e setores da empresa têm sobre a atuação do RH, quais resultados esse setor já apresentou e quais as principais dificuldades no alcance de objetivos.

Analisando esses pontos iniciais, o próximo passo é definir o posicionamento desejado. Para isso, você pode responder a algumas perguntas:

  • o que colaboradores e lideranças esperam do setor de RH?
  • como podemos atuar para sermos reconhecidos como RH protagonista?
  • qual a missão do setor e como ela está alinhada com os objetivos estratégicos?

Também existem algumas ferramentas que poderão facilitar o processo, como a aplicação da Matriz SWOT.

Conhecida por sua aplicação em planejamentos estratégicos e diagnósticos organizacionais, a matriz permite que você realize a identificação dos principais aspectos do setor, sendo dividida em:

  • Forças: o que diferencia o setor e principais qualidades;
  • Fraquezas: onde é preciso melhorar;
  • Oportunidades: situações externas ao setor ainda não foram exploradas;
  • Ameaças: quais problemas na empresa podem afetar a atuação.

Além disso, alguns comportamentos podem viabilizar a atuação estratégica do setor. Confira os principais a seguir.

Estude a estratégia da empresa

Para ser protagonista, é preciso conhecer o palco, o enredo da obra e entender como a sua participação pode agregar e se destacar no espetáculo.

Em uma empresa, isso significa que profissionais de RH devem estar por dentro da estratégia e saber como a sua atuação pode contribuir e transformar os resultados do negócio. Mas como visualizar a área na estratégia organizacional?

Uma metodologia que pode auxiliar nessa análise é o balanced scorecard, que divide a empresa em quatro perspectivas que trabalham com indicadores e objetivos, dispostas da seguinte forma:

  • clientes;
  • financeiro;
  • processos internos;
  • aprendizagem e crescimento (pessoas).

O ponto alto do modelo é o alcance dos objetivos e metas financeiras. Mas para que sejam atingidos, é preciso cuidar da base de toda a estratégia da empresa: seus colaboradores.

Por meio dessa visualização, fica mais simples entender onde o RH está posicionado na estratégia e como as suas ações estão relacionadas com os objetivos.

Busque a prevenção

Uma das principais características de um RH protagonista é o intraempreendedorismo. Ou seja, assumir uma postura de proatividade, inovação e criatividade nas rotinas da empresa.

Isso significa que a área de recursos humanos não deve esperar o surgimento dos problemas para que a sua atuação seja solicitada. É preciso estar pronto para identificar e tratar as situações antes que elas cresçam e sejam ainda mais difíceis de gerenciar.

Por isso, além das ações corretivas, um setor protagonista busca se posicionar com a elaboração de estratégias preventivas.

Não quer dizer que o setor deve ter uma “bola de cristal” ou buscar adivinhar o que pode acontecer, mas utilizar ferramentas como People Analytics e interpretar dados da empresa para gerar soluções.

Atue como mentor de lideranças

Como os demais setores de uma organização, o RH é especialista em temas específicos, relacionados a aspectos como gestão, liderança, cultura e engajamento de equipes.

O setor compreende com maior profundidade o porquê de alguns comportamentos serem menos produtivos do que outros, quais as suas causas e efeitos e por onde seguir em determinadas situações.

Por isso, RH protagonista é mais que um observador de lideranças e orientador pontual. Ele atua como um mentor que guia e desenvolve as habilidades e competências ideais para líderes e equipes.

Assim, mais do que dar apoio, profissionais de RH devem desenvolver estratégias de capacitação para que líderes e futuras lideranças saibam como aplicar técnicas de desenvolvimento de pessoas em situações, como:

  • feedbacks;
  • avaliações de desempenho;
  • planos de desenvolvimento;
  • despedidas de colaboradores.

Desse modo, a área de recursos humanos deve ser percebida também como a formadora de outros protagonistas na empresa.

Invista em conhecimentos generalistas

Para ser estratégico, é preciso conhecer as dores, processos e necessidades dos setores da empresa. Isso significa que o profissional protagonista deve buscar conhecimentos diversos e que vão além do setor de RH.

Com uma formação generalista, o RH pode desenvolver a visão sistêmica da empresa e terá dados mais precisos sobre onde, como e quando é possível atuar na proposta de soluções.

Além disso, o conhecimento generalista permite que outros setores da empresa sintam uma maior confiança em compartilhar suas dificuldades com a área de recursos humanos.

E para desenvolver a visão generalista, profissionais de RH podem investir em diversas ações, como:

  • capacitações;
  • integrações com setores;
  • ciclos de rotação de atividades;
  • participação em reuniões com outras áreas.

Aqui, o foco principal é buscar experimentar outras atribuições e vivenciar a rotina dos setores.

Conheça seus clientes

Por fim, para ser um RH protagonista, profissionais da área devem buscar conhecer as necessidades de seus clientes principais: as pessoas.

Este comportamento já tinha um papel essencial na empresa, mas agora ele deve ser visto como uma necessidade emergencial, especialmente devido à onda de demissões voluntárias que vem alertando o mercado nos últimos tempos.

Ao buscar entender os desafios e necessidades das pessoas, profissionais de RH poderão elaborar estratégias que promovam a qualidade de vida no trabalho e ações que possam ser vistas como um fator de permanência na empresa.

Dessa forma, uma das ferramentas que podem viabilizar o recolhimento de informações sobre a percepção de colaboradores é a pesquisa de clima.

Afinal, qual o impacto da transformação digital no RH?

Como visto, a atuação protagonista do RH gera um diferencial competitivo para a empresa e promove ações que estimulam a manutenção de talentos e seu desejo de permanecer na empresa.

Em meio à transformação digital, esse posicionamento é ainda mais necessário para o alcance de resultados. Com o crescimento dos modelos de trabalho híbrido e remoto, além das ferramentas digitais, profissionais de RH precisam estar mais conectados com as novas possibilidades e melhorias em sua atuação.

Recrutamentos inteligentes, capacitações mais elaboradas, análise de dados e mudanças de processos já não são uma expectativa, mas uma realidade para as empresas que buscam um melhor posicionamento no mercado.

Assim, dentre tantas mudanças, a melhor escolha é buscar o apoio, como do GPTW, que conta com mais de 25 anos de experiência em transformar os ambientes de trabalho.

Para ser um RH protagonista, é necessário ter uma empresa experiente auxiliando nos bastidores. Entre em contato e conheça as soluções do GPTW.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conteúdos Relacionados

Assine a newsletter do GPTW

e fique por dentro das nossas novidades

Inscreva-se