Por: Dr. Pedro Shiozawa

Chief Medical Officer e Co-Founder da Great People Mental Health

Por: Dr. Pedro Shiozawa

Chief Medical Officer e Co-Founder da Great People Mental Health

30 outubro, 2023 • 12:23

Pensar a saúde mental no trabalho tornou-se uma necessidade nos últimos anos.  

Depois de atravessarmos uma pandemia global, com o distanciamento social, os efeitos em toda a sociedade englobam suas atividades cotidianas, incluindo o trabalho. 

Pensarmos em um ambiente de trabalho que protege as pessoas, envolve em elaborar estratégias para a saúde mental. 

Como funciona a saúde mental no trabalho? 

Estudos apontam que, atualmente, 1 a cada 6 colegas de trabalho está lidando com um problema de saúde mental – como ansiedade, depressão ou estresse – neste exato momento.  

Todos nós temos saúde mental – ela sobe e desce de um espectro de bom a ruim e é afetada por uma série de fatores dentro e fora do trabalho.

Iniciar uma conversa sobre isso não precisa ser difícil – podemos mostrar a você como oferecer suporte eficaz aos seus colegas para aumentar o envolvimento, a motivação e a produtividade do time 

Quais são os impactos da saúde mental no ambiente corporativo? 

Alguns dados alarmantes levantados nos últimos anos: 

  • a depressão custa às empresas brasileiras R$ 300 bilhões em perda de produtividade anualmente. (Fonte: London School of Economics)
  • 77% das pessoas com líderes tóxicos tem chance de sair do emprego e 60% são propensas a ter problemas vasculares (Fonte:SHRM, the Society for Human Resource Management, 2022)
  • 80% dos gestores perceberam que após a pandemia os problemas de saúde mental dos seus times se evidenciaram (Fonte:*Relatório Gestão de Pessoas GPTW, 2023). 

Por que investir em saúde mental? 

De acordo com o relatório de Tendências de Gestão de Pessoas em 2023, desenvolvido pelo GPTW Brasil e Great People, saúde mental está entre os assuntos mais discutidos no mundo corporativo. 

Dos 1716 respondentes, 96,4%afirmaram que consideram a saúde mental um ponto relevante para a Gestão de Pessoas na empresa

Além desses dados, foi visto que: 

  • programas cientificamente embasados de saúde mental apresentam um ROI de $ 7 para cada dólar investido (Fonte: The ROI in workplace mental health programs – Deloitte 2023). 
  • ambientes emocionalmente equilibrados apresentam 4x menos turnover de colaboradores do que ambientes instáveis;  
  • empresas psicologicamente seguras para se trabalhar cresceram em média 5.5x mais em comparação a empresas inseguras (Fonte: Jungle / GPTW 2023). 

Quais as diretrizes da OMS para a saúde mental no trabalho? 

A Organização Mundial da Saúde (OMS) e a Organização Internacional do Trabalho (OIT) divulgaram em setembro de 2022 diretrizes globais e estratégias práticas relativas à saúde mental no trabalho e pediram ações concretas em prol da população trabalhadora.  

As diretrizes apontam para o enfrentamento de riscos, como “cargas de trabalho pesadas, comportamentos negativos e outros fatores que criam angústia no trabalho”. 

Alguns dos princípios e recomendações gerais que a OMS costuma promover em relação à saúde mental no trabalho incluem vários fatores, os quais abordaremos abaixo. 

Promover um ambiente de trabalho saudável

Isso envolve criar um ambiente de trabalho que seja seguro, respeitoso, inclusivo e que promova o bem-estar dos funcionários.

Gerenciar o estresse no trabalho

Empregadores devem reconhecer os fatores de estresse no ambiente de trabalho e implementar medidas para reduzir o estresse dos funcionários.

Isso pode incluir a promoção de práticas de gerenciamento de tempo, o fornecimento de apoio emocional e a redução da carga de trabalho excessiva; 

Combater o estigma

É importante criar um ambiente de trabalho onde os funcionários se sintam à vontade para falar sobre questões de saúde mental sem medo de estigma ou discriminação. 

Acesso a cuidados de saúde mental

Os funcionários devem ter acesso a serviços de saúde mental, incluindo aconselhamento e tratamento, quando necessário. 

Promoção do equilíbrio entre vida pessoal e trabalho

Incentivar os funcionários a equilibrar suas responsabilidades no trabalho com sua vida pessoal e familiar pode ajudar a reduzir o estresse e melhorar o bem-estar mental. 

Treinamento e sensibilização

Fornecer treinamento para funcionários e gerentes sobre saúde mental e bem-estar pode ajudar a criar um ambiente de trabalho mais compreensivo e solidário. 

Monitoramento e avaliação

As organizações devem acompanhar e avaliar regularmente a saúde mental de seus funcionários, a eficácia das políticas e programas de saúde mental e fazer ajustes conforme necessário. 

5 dicas de práticas que ajudam na saúde mental no ambiente de trabalho 

Tornar o ambiente de trabalho seguro para a saúde mental, envolve implementar algumas ações.

Para ajudar, listamos 5 práticas que são fáceis de serem implementadas na sua organização.

1. Mude a rotina para criar interações geradoras de propósito 

O propósito não está somente na natureza do nosso trabalho, mas também nas redes em torno do nosso trabalho. Confira alguns pilares que podem te ajudar a trazer um significado para a sua jornada profissional: 

  • alinhamento com a liderança e cultura organizacional
  • amigos e comunidade;
  • voluntariado;
  • espiritualidade;
  • família.  

2. Capacitação e treinamento de lideranças 

Os líderes são um pilar essencial de alinhamento na cultura da empresa. Realizar treinamentos de alto impacto que aproximem as lideranças do tema de saúde emocional é fundamental. Abaixo alguns pontos chaves que devem ser abordados para facilitar esse alinhamento: 

  • reconhecimento de sintomas: como os líderes devem agir quando colaboradores não estão se sentindo bem ou necessitam de ajuda; 
  • gestão humanizada: melhores práticas para construir ambientes de confiança e potencializar equipes; 
  • desmistificando saúde mental: conscientização dos líderes sobre a importância do tema e como trazer a saúde emocional para a cultura organizacional 

3. Desenvolvimento da comunicação interna 

Apoiar os colaboradores durante um problema de saúde mental não é apenas manter um membro valioso da equipe – também passa uma mensagem sobre os valores da sua organização.

Todos os funcionários precisam ver que sua organização vive seus valores e coloca os colaboradores no centro.  

Confiança e integridade são os principais impulsionadores do engajamento e as organizações que colocam os colaboradores no centro, oferecendo apoio aos seus times colhem os benefícios em termos de lealdade e comprometimento de todos.

Eliminar os ruídos de comunicação, também é fundamental para tornar esse espaço mais seguro. 

4. Abordar o assunto sem tabus 

Muitas vezes, os colaboradores têm medo de contar ao seu gestor quando estão precisando de suporte para cuidar da sua saúde emocional. Esse fator pode acabar intensificando ainda mais os problemas que os funcionários estão passando.

Uma pesquisa revelou que uma em cada cinco pessoas achava que não poderia contar ao seu líder se estivesse excessivamente estressada no trabalho e menos da metade das pessoas diagnosticadas com um problema de saúde mental haviam contado aos gestores. 

As empresas precisam passar uma mensagem clara para a equipe de que sua saúde mental é importante e ser aberto sobre esse tema levará ao apoio, não à discriminação.

Uma maneira simples de comunicar isso é explicar que a saúde mental será tratada da mesma forma que a saúde física. 

As empresas podem apoiar esse compromisso com uma estratégia clara de saúde mental e políticas específicas para garantir que os colaboradores com problemas de saúde mental recebam o apoio de que precisam imediatamente.  

Se você tomar ações voltadas para a criação de uma cultura mais aberta e de apoio, com o tempo a equipe começará a se sentir mais confiante para conversar com o time e os gestores sobre sua saúde mental. 

5. Desenvolvimento de um plano de ação 

As organizações devem apoiar os gestores e o time a trabalhar em conjunto com a equipe para desenvolver um plano de ação pessoal para gerenciar proativamente sua saúde mental.

Isso permite que as pessoas planejem com antecedência e desenvolvam suporte personalizado para um momento em que não estão lidando tão bem.

Também facilita o diálogo aberto com os gerentes – levando a etapas práticas e acordadas que podem formar a base para monitoramento e revisão regulares. 

Um plano de ação deve abranger: 

  • sintomas, sinais de alerta precoce e gatilhos; 
  • impacto potencial do problema de saúde mental das pessoas em seu desempenho; 
  • que suporte eles precisam de seu gerente de linha; 
  • passos positivos a serem dados pelo indivíduo. 

Todos os funcionários devem receber um plano de ação pessoal. Isso envia uma mensagem clara de que o bem-estar dos funcionários é importante para a organização e incentiva a divulgação antecipada. 

O que é a Jornada de certificação em saúde emocional? 

A certificação, além de reconhecer boas práticas em relação aos colaboradores, também é um motivador para que outras empresas desenvolvam seu olhar em relação á saúde emocional e, consequentemente, em relação à saúde mental.

A certificação em saúde emocional da Jungle permite: 

  • verificar e atestar se os ambientes de trabalho são focados na saúde emocional dos colaboradores; 
  • empoderar a cultura de bem-estar na empresa; 
  • avaliar a empresa em relação às melhores práticas em saúde emocional por meio de benchmarks que permitem aperfeiçoar os processos internos para o desenvolvimento da cultura de bem-estar organizacional; 
  • orientar a estruturação de próximas ações de saúde mental com base nas necessidades dos times; 
  • fortalecer a marca da empresa frente à concorrência, para o mercado e como um lugar emocionalmente saudável para se trabalhar. 

Destaques emocionais 

Atualmente, temos protocolos embasados em inteligência artificial que por meio da aquisição de comentários abertos, como aqueles presentes em pesquisas de clima, identificamos várias características sobre o cenário organizacional.

Um deles é o índice de bem-estar, que é usado para identificar o nível de desenvolvimento emocional das empresas. 

Entre 2022 e 2023, a Jungle realizou a análise do caderno de comentários da pesquisa de clima das empresas premiadas nos rankings GPTW e destacou as organizações com base nas maiores pontuações obtidas. Destacando as melhores em saúde mental dentre as Great Place To Work no Brasil. 

O Destaque em Saúde Emocional é uma categoria exclusiva para empresas que participam dos rankings GPTW Brasil. As empresas reconhecidas nessa categoria não medem esforços para construir ambientes emocionalmente saudáveis para os seus colaboradores e conquistam um selo que é válido por 1 ano. 

A saúde mental se tornou um tópico estratégico no mercado de trabalho nos últimos anos. A crescente consciência sobre os impactos e consequências de ignorar problemas de saúde mental, respaldada por dados estatísticos alarmantes, a necessidade de ação proativa das empresas. 

 Invista na saúde mental das pessoas da sua empresa

A promoção de ambientes de trabalho saudáveis, o combate ao estigma associado aos problemas de saúde mental e a criação de programas eficazes são essenciais para garantir o bem-estar dos colaboradores.

As diretrizes estabelecidas pela OMS e as estratégias propostas são o ponto de partida para a implementação de uma cultura mentalmente saudável nas empresas. 

Ao priorizar a saúde mental, as organizações não só se tornam mais humanizadas e empáticas, mas também colhem benefícios tangíveis, como aumento da produtividade e redução do turnover.

Portanto, o investimento em saúde mental no trabalho vai muito além das pessoas, é uma pauta estratégica para os negócios e a organização como um todo.

Aproveite a sua visita para conhecer detalhes da Jornada de Certificação GPTW e leve a sua empresa para o próximo patamar! 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conteúdos Relacionados

Assine a newsletter do GPTW

e fique por dentro das nossas novidades

Inscreva-se