Por: GPTW

Por: GPTW

7 setembro, 2021 • 10:00

Os ruídos da comunicação podem causar danos nas relações corporativas e prejudicar o andamento das atividades, por isso, a importância da liderança de escuta ativa.

O relacionamento interpessoal e a interação entre pessoas e setores são essenciais para o sucesso de uma empresa. Entretanto, os ruídos na comunicação podem minar as chances de bons resultados, considerando se tratar de um elemento importante no trabalho em equipe.

Quando deficiente, a comunicação pode gerar erros na transmissão das mensagens e interpretações equivocadas. Por isso, a liderança tem um papel fundamental de fazer circular a informação de modo adequado para que todos estejam em sintonia, com a mesma linguagem.

Mas, afinal, o que é o ruído na comunicação? Neste post, além de entender o conceito e possíveis causas, você vai saber quais as consequências desse tipo de problema. Continue lendo e veja como eliminar os ruídos na comunicação da sua empresa!

O que é ruído na comunicação?

Um bom ambiente se baseia no trabalho coletivo, de pessoas com necessidades diferentes, mas unidas em prol de um mesmo objetivo. De modo geral, a meta corporativa é se destacar no mercado e alcançar sucesso suficiente para manter o negócio ativo e corresponder às expectativas individuais.

Esse cenário, contudo, depende da construção de uma relação de confiança entre as pessoas envolvidas, sendo um dos pilares, uma comunicação clara e objetiva. No caminho, podem surgir barreiras ou interrupções, chamadas de ruídos na comunicação, responsáveis por comprometer o entendimento e a fluidez da mensagem.

Logo, interferências passam a representar um problema, considerando o quanto atrapalha as interações. O ruído pode ter origem interna ou externa, mas nem sempre é possível perceber de imediato que a razão de sucessivos desencontros podem estar nas falhas de comunicação.

Quais são as possíveis causas e consequências desse tipo de problema?

Os ruídos na comunicação podem estar associados a diversos fatores que, juntos ou separados, podem trazer consequências negativas para a empresa, as lideranças e as pessoas, de modo geral.

Veja os principais fatores de influência e desencadeamento do problema!

  • fatores físicos: ruídos e barulhos de percepção imediata como trânsito intenso, máquina de limpeza, ar-condicionado em mau funcionamento e toque incessante de telefone;
  • fatores técnicos: associados ao tipo de sistema utilizado para comunicação que pode afetar tanto o cliente interno, quanto o externo;
  • fatores psicológicos: relacionado à dificuldade que as pessoas têm de se concentrar, reter informações e dialogar com foco no assunto;
  • fatores fisiológicos: pessoas que sofrem com dor de cabeça forte, cansaço, fadiga mental ou estresse, podem gerar ruído na comunicação;
  • fatores semânticos: de ordem linguística estão ligados a uma forma específica de falar e direcionar a mensagem.

Os ruídos na comunicação podem surgir a qualquer momento, na rotina diária, seja na forma falada ou escrita. O problema se torna ainda mais complexo se as pessoas estão trabalhando à distância, como no caso da pandemia da Covid-19, quando as empresas foram obrigadas a transferir suas atividades para o ambiente online.

A adaptabilidade forçada trouxe prejuízo para as empresas, devido ao novo cenário e falta de costume em atuar de maneira isolada e distante. Entre os diversos danos causados, relacionamos aqueles com grande impacto empresarial.

Queda de produtividade dos colaboradores

Colaboradores produtivos se sentem motivados e engajados por algo, o que pode se associar à conexão com suas lideranças, setores e colegas. A troca de ideias diárias, as reuniões calorosas e momentos de descontração deram lugar a um cenário bem diferente.

Obrigados a trabalhar no formato home office, a distância corporativa se tornou ainda mais incômoda devido à obrigatoriedade de distanciamento social. Com a saúde mental abalada e sem uma comunicação eficaz da empresa, não surpreende que os ruídos comecem a interferir na produtividade, abrindo espaço para a procrastinação e desânimo.

Desinformação do time

As informações mais relevantes devem ser repassadas de modo rápido e prático, contudo, eficiente. Um time desinformado terá dificuldades de responder às perguntas básicas da execução de tarefas – o que fazer, como, quando, por quem e onde.

Em caso de uma rotina online, as instruções devem ser ainda mais claras, caso contrário, toda uma equipe se sentirá perdida. Nesse contexto, aqueles que dependem uns dos outros para avançar em um projeto, se sentirão estagnados e sem saber ao certo o caminho que devem seguir.

Recorrência de erros

Os ruídos na comunicação podem resultar em erros graves, conflitos entre as pessoas e deficiência nos relacionamentos. Os erros partem do não entendimento do que deve ser feito e geram retrabalho, além de um sentimento de animosidade no ambiente organizacional, independentemente de ser presencial ou online.

Insatisfação de colaboradores e clientes

Se a comunicação não flui ou não há compreensão da mensagem transmitida, certamente a experiência, seja dos colaboradores ou clientes, será afetada. Isso faz com que a satisfação seja comprometida, uma vez que, o ruído pode provocar rupturas ou barreiras, além de problemas de difícil resolução.

Como resolver o ruído na comunicação na sua empresa?

Já sabemos o quanto os ruídos na comunicação podem ser prejudiciais ao negócio e ao relacionamento entre as pessoas. Cabe à liderança tomar providências e criar estratégias para melhorar o ambiente de trabalho.

A seguir, algumas sugestões de meios que podem ser empregados para resolver os problemas de ruídos na comunicação!

Prática da escuta ativa e estar aberta a ouvir

As palavras ouvir e escutar, embora sugiram a mesma coisa, são distintas quando se trata das relações de trabalho. Em diversos momentos, os colaboradores podem ser ouvidos, mas não escutados, o que esbarra nos problemas comuns relacionados à comunicação.

É importante entender que os colaboradores são profissionais com habilidades, competências e conhecimentos que não devem ser negligenciados. A prática de uma escuta ativa maximiza o efeito da comunicação e pode levar a liderança a tomar decisões acertadas, considerando a vivência das equipes.

Uso de canais de comunicação diretos

Os canais institucionais, integrados ou não, devem ser os veículos de comunicação oficiais da empresa. Além dos tradicionais telefones e e-mails, recorrer a canais de uso coletivo e instantâneo pode reduzir os ruídos.

Com a inclusão de soluções como redes sociais, aplicativo de mensagens instantâneas e chats, por exemplo, é possível facilitar e melhorar progressivamente a comunicação interpessoal e empresarial, a fim de homogeneizar o modo de transmissão da mensagem, sem perder a efetividade.

Aplicação de uma pesquisa de clima

Como nem todos os ruídos são fáceis de identificar, é primordial entender como os colaboradores se sentem em relação à comunicação dentro da empresa, especialmente, originada de suas lideranças.

A pesquisa de clima é a ferramenta ideal para analisar a qualidade dos relacionamentos e da comunicação interpessoal. Por meio das respostas sobre a satisfação com o modo da transmissão de mensagens ocorre no ambiente de trabalho é possível saber como está  o nível de ruído na comunicação.

Vale reforçar a importância de impedir o agravamento para evitar desfechos negativos para o negócio. Por isso, os líderes e gestores têm a missão de observar e identificar os pontos falhos, estando mais próximos e ouvindo seus colaboradores com maior frequência, e buscar alternativas para sanar o problema.


Se você gostou do post e deseja se prevenir ou eliminar os ruídos na comunicação, entre agora mesmo no nosso site para conhecer o GPTW e como podemos ajudar a melhorar o diálogo, além do clima organizacional da sua empresa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conteúdos Relacionados

Assine a newsletter do GPTW

e fique por dentro das nossas novidades

Inscreva-se