Por: Bruno Arins

Redator do GPTW

Por: Bruno Arins

Redator do GPTW

4 setembro, 2019 • 10:33

Você já se perguntou o que faz um candidato optar pela sua empresa? E o que leva o seu colaborador a não ir embora? Ao analisar a edição de 2019 do ranking As 150 Melhores Empresas para Trabalhar no Brasil, do Great Place to Work, chegamos a cinco principais fatores de permanência dos colaboradores que atuam nessas organizações. Acompanhe no infográfico:

infografico - fator de permanencia

Se já sabemos quais são os anseios de quem faz os negócios acontecerem, como podemos alinhar as expectativas entre aquilo que a sua empresa propõe e o que os candidatos e colaboradores esperam dela? A resposta está no EVP, uma excelente ferramenta para atrair talentos e oferecer motivos para os colaboradores ficarem. Neste post, você entende como aplicá-lo.

O que é Employee Value Proposition?

Em tradução livre para o português, seria algo como “Proposta de Valor ao Colaborador”, que corresponde a tudo aquilo que uma empresa proporciona aos colaboradores em troca do tempo e esforço investidos ao desempenhar as suas atividades no ambiente de trabalho. É importante ressaltar que o EVP é mais do que uma simples combinação de remuneração e benefícios — confusão comum por conta da palavra “value” que integra o termo

O EVP ideal estabelece um equilíbrio entre recompensas tangíveis (como remuneração e benefícios) e recompensas intangíveis (como o propósito do trabalho, a cultura da empresa e o seu clima organizacional). Em outras palavras, o EVP é uma resposta convincente para as seguintes perguntas de candidatos e colaboradores:

  • Por que eu deveria trabalhar na sua empresa?
  • O que você tem de diferencial para me oferecer?
  • Por que a sua empresa é um ótimo lugar para trabalhar?

Por que o EVP colabora na atração de talentos?

O EVP colabora no Employer Branding justamente por apresentar ao candidato algo mais do que um simples job description. Segundo a edição de 2017 do Relatório Global de Recrutamento do Linkedin, há dois fatores decisivos que os candidatos levam em consideração ao ponderar sobre uma oferta de emprego: como a empresa poderá impactar no avanço da sua carreira e de que maneira o trabalho será financeira e intelectualmente estimulante.

Já o Global Talent Monitor 2019, estudo promovido pela Gartner, mostra que os fatores de permanência constatados pelo GPTW se repetem globalmente quando se trata de atração de talentos. Enquanto critérios como remuneração e benefícios, qualidade de vida e estabilidade se destacaram em todo o mundo, a busca por oportunidades de crescimento demonstrou avanço na Austrália, China, Índia e Reino Unido.

Quais são os componentes de um bom EVP?

Normalmente, as empresas reduzem seu EVP a remuneração e benefícios — que são, sim, primordiais, mas não suficientes. Para além disso, é fundamental fortalecer a proposta de valor criando mecanismos que melhorem a experiência do colaborador e reforcem a sua conexão com a organização. 

Nesse sentido, há quem simplifique o EVP em três componentes:

  1. Recompensas contratuais: nesta categoria, estão as recompensas tangíveis, ou seja, o salário e o pacote de benefícios. Procure fazer o possível para que a remuneração de cada posição seja competitiva dentro do seu mercado.
  2. Recompensas experienciais: reflita sobre como os funcionários experimentam a sua empresa dentro e fora do trabalho. Elas incluem desde apoio na gestão de carreira a programas de bem-estar físico, financeiro, emocional e social.
  3. Recompensas emocionais: são as recompensas intangíveis que influenciam no engajamento das pessoas. Elas passam pela realização de um trabalho com propósito e por uma cultura de reconhecimento e valorização do colaborador.

Como posso comunicar o meu EVP ao público?

Um relatório de 2018 com empresas da Fortune 500 indicou que 59% delas falham ao expor a sua Proposta de Valor ao Colaborador. Para você entender melhor como apresentar o EVP, trouxemos alguns exemplos de empresas que investem em uma comunicação eficiente junto a candidatos e colaboradores — de simples a complexas.

Dell

Com um vídeo baseado apenas em animação e locução, a Dell conseguiu transmitir o seu EVP, que entrega todos os componentes indicados acima.

Cisco

Uma das 150 Melhores Empresas para Trabalhar no Brasil perguntou aos funcionários como os valores organizacionais ajudavam a realizar grandes feitos. E esse foi o resultado:

BMW

Já a BMW resolveu deixar que seus próprios funcionários falassem sobre o valor que encontram ao trabalhar na empresa, gerando mais autoridade.

Como você viu nos vídeos, o EVP começa muito antes da promessa feita nos seus anúncios de vagas. Criar uma Proposta de Valor ao Colaborador é importante da mesma maneira que a sua empresa elabora a proposta de valor ao cliente

Para entender melhor como aplicar o EVP na jornada do funcionário e conhecer demais estratégias para fortalecer a sua marca empregadora, confira nosso e-book especial sobre Employer Branding e outras técnicas de Marketing no RH!

Deixe seu Comentário

Conteúdos Relacionados

Assine a newsletter do GPTW

e fique por dentro das nossas novidades

Inscreva-se